Restaurantes em Paris

Em outubro deste ano (2018) fez 3 anos que não vou a Paris, já conheci alguns lugares no mundo, mas comida como a francesa para mim não existe, é imbatível. As melhores refeições da minha vida foram lá, o sabor, a delicadeza de se sentir cada ingrediente, a seriedade, dedicação e competência fazem dos franceses os mestres na Arte da Gastronomia. Quando vou viajar dedico muito tempo antes a pesquisar restaurantes do local, gosto do tema (um dos assuntos preferidos dos franceses é falar sobre comida e restaurantes), então no melhor estilo flashback, gostaria de compartilhar alguns dos restaurantes que fui (conheço mais de 150) e que ficaram na memória. Estes estão na categoria quando me pedem dicas para uma noite de arrasar!

  1. L’AMBROISIE – Na linda Place des Vosges, em um dos bairros que mais amo em Paris, o Marais – O restaurante fica nas Arcadas da Praça e quando a gente entra parece que se é transportado para uma outra época. O restaurante é lindo demais! As paredes tem  boiseries em gobelin com tema de frutas e legumes, super romântico e lotado de orquídeas brancas. Do Chef Bernard Pacaud tem 3 estrelas Michelin. Fui em 2011 e comi um dos melhores peixes da minha vida (o melhor fica para o número 2). Ambiente lindo, comida fantástica e serviço impecável fazem desse restaurante um dos melhores de Paris, para mim o TOP 1. Para um momento inesquecível, não tem erro!

PARIS 2011 325

PARIS 2011 322

2. ALAIN DUCASSE AU PLAZA ATHENEE – Alain Ducasse é um ícone, um dos Chefs mais famosos, uma celebridade com restaurantes em vários lugares do mundo. O seu restaurante gastronômico em Paris fica dentro do Hotel Plaza Athénée, na Avenue Montaigne, no Triangle d’or. O ambiente foi repaginado, quando eu fui tinham cadeiras/poltronas Philippe Starck,  banco de metal prateado e lustres de cristal com cristais pendurados ao redor que tomavam conta do teto inteiro, deslumbrante, fiquei hipnotizada! E foi lá que comi o melhor peixe da minha vida, um Turbot com legumes. Turbot é considerado o rei dos linguados (meu peixe favorito) e faz jus ao título, que sabor incrível. De entrada o garçom sugeriu uma jardineira de legumes dizendo que estava especial. Ele não mentiu, nem exagerou. Na época eu não era de comer legumes e estava do outro mundo, uma delícia. Alain Ducasse neste endereço dá preferência para uma dieta mais vegetariana. Hoje o decor mudou, as mesas e cadeiras são outras, acrescentaram grandes bancos prateados, mas os elementos mais lindos foram preservados, uma experiência maravilhosa, uma noite de sonho. Quando eu fui era 3 estrelas Michelin.

PARIS 2011 003.jpg

PARIS 2011 004.jpg

3. LA TOUR D’ARGENT – “Não gosto de pato.” E fui no mais famoso restaurante de pato do mundo, vai entender? Nem lembro se tinham outras opções no cardápio (hoje tem muitas opções diferentes) fui direto escolher que tipo de pato. Mas, antes de falar da comida propriamente, vou falar do ambiente que é maravilhoso. O restaurante fica no sexto andar de um prédio em frente ao Sena, do outro lado da catedral de Notre Dame, na rive gauche. Para chegar no restaurante tem uma sala de espera linda com a réplica da mesa de jantar do banquete dos três Imperadores da Rússia de 1867.  Pega-se um elevador minúsculo todo forrado em tecido com um ascensorista, um túnel do tempo. Sentamos em uma mesa na janela, de frente para o rio e a Notre Dame, visual de cinema. A decoração é linda, clássica e serviço extremamente gentil. Quanto ao pato tem o clássico (molho de sangue), com molho de laranja, com pimenta, etc. Pedi com molho de laranja “Caneton à l’orange”. E aqui vai mais um detalhe: não se serve Canard (pato) e sim o Caneton (patinho). Quando provei pensei meu Deus! O que era aquilo? Eu achava que não gostava de pato, porque eu nunca tinha comido um tão delicioso! Ele é servido em duas etapas, primeiro vem a coxa e sobrecoxa, depois o peito. Muita comida, não consegui terminar, mas era fantástico, o molho um espetáculo (ahhh os molhos franceses) que nunca esqueci.

LONDRES E PARIS 615

Essa maquiagem fantasmagórica está de chorar e se o marido me pega publicando foto dele grisalho vai dar rolo!

LONDRES E PARIS 608

Quanto ao pato tem o clássico (molho de sangue), com molho de laranja, com pimenta, etc. Pedi com molho de laranja “Caneton à l’orange”. E aqui vai mais um detalhe: não se serve Canard (pato) e sim o Caneton (patinho). Quando provei pensei meu Deus! O que era aquilo? Eu achava que não gostava de pato, porque eu nunca tinha comido um tão delicioso! Ele é servido em duas etapas, primeiro vem a coxa e sobrecoxa, depois o peito. Muita comida, não consegui terminar, mas era fantástico, o molho um espetáculo (ahhh os molhos franceses) que nunca esqueci. Então se você não gosta de pato vai lá e depois me conta se não vai mudar de ideia, como eu, que mordi a língua! Imperdível, um ícone na cidade, dizem que existe desde 1582 e tem duas lendas: 1) Foi nesse restaurante que o rei da França Henrique IV conheceu o garfo; 2) O Cardeal Richelieu provou “uma novidade” que acabava de ser lançado: café! Uma estrela Michelin.

E o vinho para arrematar a noite perfeita?

LONDRES E PARIS 605

4. LASSERRE – Em abril  de 2012 fui eu e o meu marido para Paris e levei o meu pai junto, foi maravilhoso, 20 dias só de risadas. Um dos restaurantes que fomos foi o Lasserre. Fica próximo ao Grand Palais. É mais um clássico parisiense, lindo, famoso pelo teto retrátil que nas noites de clima bom é aberto e tivemos o privilégio de assistir a abertura, com flores penduradas, foi demais! E foi nesse restaurante que presenciamos ostensivamente o “código de vestimenta”  que existe em Paris. Meu marido e meu pai foram de terno e gravata. Eu fui de vestido, salto alto. Quando nós chegamos um casal entrou na nossa frente. Eles estavam vestidos de maneira simples, a mulher de calça jeans inclusive. Quando a recepcionista nos viu, passou pelo casal e nos atendeu primeiro, durante todo o tempo que estive lá não vi esse casal, acho que não deixaram entrar, havia mesas livres. Não quero aqui dizer se foi certo ou errado, para mim cada cidade e local tem “as suas regras”. Em Roma como os Romanos, já diz o ditado. É um restaurante muito refinado que exige traje social, pronto. Comida maravilhosa, lembro dos objetos de prata espalhados pela mesa, lindos! É um dos lugares que vale a pena conhecer, pelo menos uma vez na vida, possui 1 estrela Michelin

DSC01098

DSC01100

DSC01108

DSC01101

DSC01103

5. CAVIAR KASPIA –  Adoro caviar e esse restaurante na Place de la Madeleine é maravilhoso! Tem loja no térreo e um espaço mais simples ideal para almoço ou petiscar e no andar superior a sala de jantar, que é linda! Pedi o clássico Batata com Caviar que é de morrer de tão bom. Pedi também de entrada pãezinhos em molho de salmão e caviar, era tão bom, ficamos tão loucos pelo prato, que quando voltamos para casa o marido tentou fazer a receita de cabeça. Ficou com o gosto parecido, mas a aparência não, pelo menos deu para matar a vontade de repetir. Já fui em outros restaurantes de caviar em Paris, mas o Káspia é muito superior, imbatível! Infelizmente não consegui achar nas 3.479.752 fotos que tenho de Paris o registro desse restaurante (pior que eu sei que tenho), em novembro/2013.

caviar kaspia
Foto: http://www.caviarkaspia.com
caviar_kaspia2017.jpg
Foto: http://www.caviarkaspia.com
batata caviar.jpg
Foto: http://www.foodle.pro

Termino aqui meu primeiro registro de memórias com a frase que está impressa no cardápio do La Tour d’Argent: “Il n’est rien de plus sérieux que le plaisir” (Não há nada mais sério que o prazer) de Claude Terrail.

2 comentários em “Restaurantes em Paris

  1. Ler esse post logo cedo, antes do café, é de enlouquecer. Sabes que não sou de restaurantes estrelados (nossa grana é curta), mas certamente vou guardar como referência (vai que a Mega-Sena sai). Bravo! 😋

    Curtir

  2. Hummm… tudo anotado! Bem sabes que não somos de ir a restaurantes estrelados, a grana é curta. Mas vou ficar com as dicas para um dia especial ou para quando, enfim, a Mega-Sena bater por aqui! 🤞🍀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s