Aswan – Templo de Philae – Egito

Depois de conhecer o Templo de KomOmbo, no passeio de barco pelo Rio Nilo, na nossa viagem pelo Egito com a http://www.memphistours.com em março de 2021, o barco voltou a navegar e no dia seguinte chegamos a Aswan (Assuã).

Cidade ao sul do Egito, Assuã fica a 950 km da Capital Cairo, às margens do Rio Nilo. Ao chegar fui conhecer a represa (barragem) construída entre 1960 e 1970 pelo Presidente Nasser com o objetivo de controlar as cheias e aumentar a produção econômica do país, com a geração de energia elétrica.

Só que com a construção da barragem, o armazenamento de água se transformou em um grande reservatório chamado de Lago Nasser com área de 5.250 km². A inundação provocada pelo lago fez com que a maioria dos templos às margens do Rio Nilo ficassem submersos, um verdadeiro crime contra o patrimônio histórico e cultural mundial. Assim, a Unesco comandou um verdadeiro esforço de nações que se uniram para “salvar” os templos. Com um investimento de milhões de dólares (até o Brasil contribuiu) muitos templos foram retirados das águas e reconstruídos em local próximo, seco, para que continuassem a maravilhar o mundo com o esplendor do Antigo Império Egípcio.

Um dos templos que foi salvo foi o Philae. Para chegar lá nos dirigimos ao pier e pegamos um barco táxi.

Eu no comando rsrsrs

E quando a gente chega tem essa visão!

Philae era uma das ilhas localizadas no Rio Nilo a 7 km de Assuã. A ilha foi inundada pela barragem deixando o templo submerso, sendo posteriormente (1970) desmontado, retirado da água em 40.000 peças e reconstruído em Agilika, uma ilha próxima.

É difícil explicar porque este templo foi o meu preferido. Todos os templos do Egito são incríveis e adorei todos os eles, só que o de Philae pela sua localização foi especial.

O Templo de Philae é um dos poucos no Egito dedicado a uma divindade feminina. Construído em 690 a.c. as suas colunas possuem estilos grego e egípcio. Todas as suas paredes eram coloridas e em algumas ainda é possível ver as marcas de tinta.

O local é dedicado a Deusa Ísis, representada por uma figura de mulher com coroa de chifres. Ísis era a irmã e esposa de Osíris (a direita na foto – parte de baixo) e deste relacionamento nasceu o filho deles: Horus (o deus falcão). A Deusa Ísis representa a fertilidade e a maternidade.

Cleópatra visitava muito este templo e quando saía para o público se vestia m homenagem a Ísis. No interior do templo tem um santuário para a Deusa Hator.

A beleza do templo se encontra na sua área externa. As suas paredes decoradas com os deuses em relevo e colunas gregas

O Templo de Philae teve o seu apogeu na era ptlomaica e foi usado até o ano de 500 d.c. pois com a invasão cristã foi transformado em igreja católica. Neste período algumas das divindades das paredes foram “marteladas” na tentativa de apagar o seu relevo (foto abaixo)

Acredita-se que aqui foi enterrado Osíris sendo o Templo de Philae um local de extrema importância e veneração na cultura egípcia.

Na parte externa há um quiosque, o Templo de Trajano com dimensão de 20mx15m e altura de 15m, construído pelo Imperador Trajano (53 d.c. a 117d.c.), quando o Egito foi uma província do Império Romano. Sua “função” era abrigar a barca da Deusa Ísis nas margens da ilha.

A beleza deste templo é impressionante e a sua vista tão próxima do Nilo o torna ainda mais magnífico.

O Templo de Philae foi um dos passeios que a agência Memphis Tours (que contratei) ofereceu no pacote do Cruzeiro pelo Nilo. E não canso de repetir: se for ao Egito não deixe de fazer o tour pelo Rio Nilo, é lindo demais! Para sempre na memória.

2 comentários em “Aswan – Templo de Philae – Egito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s