Restaurantes Marrakech

Encerrando a série de posts sobre Marrakech, os outros você lê aqui Marrakech e aqui Hotel La Mamounia – Marrakech uma coisa que eu logo notei nas minhas pesquisas pré viagem foi a quantidade de restaurantes incríveis na cidade.

Marrakech tem restaurantes para todos os gostos e bolsos. Mas, mesmo os restaurantes lindos, badalados, da moda, tem um  preço bem acessível, comparado a outros lugares do mundo, porque realmente não é uma cidade cara.

Chegamos à tarde e no chek in do Hotel La Mamounia foi oferecido leite de amêndoas com tâmaras. Depois de arrumar as coisas no quarto e passear para conhecer o hotel, o que levou algumas horas porque é imenso, mais as 5.876.934 fotos que fizemos, fomos para o lounge bar Tea Room para tomar um aperitivo antes de sair para jantar.

IMG_8855.JPG

IMG_8858.JPG

À noite fomos jantar no restaurante Comptoir Darna, na Avenue Echouada, a região dos grandes hotéis de rede. O Comptoir tem dois ambientes, um na parte superior com DJ que dizem ser mais exclusivo. E a parte de baixo (térreo) que achei mais bonita e onde tem o show.

IMG_8862
Fachada do Comptoir Darna
IMG_8864
Entrada do Comptoir Darna

Em um primeiro momento nos levaram  para a parte superior, mas não gostei e pedi para trocar de mesa para a parte de baixo e fui prontamente atendida, porque em Marrakech o que você pede eles dão um jeito de fazer.

A mesa que fiquei na parte de baixo (térrea) era muito boa, de frente a escada onde tem músicos tocando ao vivo e depois as dançarinas descem para o show.

No Comptoir Darna todas as noites, às 22h, tem um show de dança típica.  As dançarinas usam bandejas com um candelabro de velas acesas em cima da cabeça, O show dura 30 minutos. Eu gostei muito, achei animado, bonito, não cansa. Alguns consideram over, sinceramente não achei. Foi o lugar que mais gostei de ir em Marrakech. O ambiente é lindo, o atendimento muito gentil e a comida deliciosa.

IMG_8867

IMG_8904.JPG

IMG_8872.JPG

IMG_8889.JPG
Tagine de Codeiro

IMG_8950.JPG

Logo em frente ao Restaurante Comptoir Darna, na Avenue Echouada está o Le Palace, outro lugar “da moda” em Marrakech. Fui só para o bar, depois de jantar no Darna e acho que fiz a coisa certa.

O Le Palace tem dois ambientes. O térreo que se parece com uma brasserie francesa e o andar de baixo (como um subsolo) que tem o ambiente mais bonito. São boiserries de laca preta e poltronas de veludo vermelho. Tem mesas para o jantar e a parte do bar. A decoração é linda, o bar muito bom, uma cantora excelente, mas não estava cheio. Achei meio devagar para um sábado à noite. Adorei o lugar, vale muito a pena ir, mas não espere “animação”. Achei um local indicado para casais.

IMG_9013

IMG_8989.JPG

IMG_9003

IMG_8986

IMG_8979.JPG

IMG_8982.JPG

IMG_9011.JPG

IMG_8997.JPG

Existem duas cidades: a de dentro e a de fora da Medina. Dentro da Medina e dos Riads tem locais muito charmosos. Fora da Medina, na região dos grandes hotéis de rede é a Marrakech cosmopolita, com restaurantes, bares e boates “da moda”, ambientes lindos, alguns com shows, uns considerados “isca de turista”. Tudo vai do perfil.

Gosto quando visito uma cidade conhecer um pouco de cada estilo, um pouco de cada região, para ter uma visão mais global do lugar. Não ficar setorizada.

Assim, fui em restaurantes dentro e fora da Medina, um pouco mais afastados também, onde o deslocamento de táxi é necessário.

Dentro da Medina almocei no Le Jardin, no Souk Sid Abdelaziz. Estava lotado. Tem um ambiente externo, no pátio e outro menor no interior. Fiquei na parte interna porque o pátio estava cheio, gostei muito porque estava mais fresco e tinha uma vista direta para a área externa.

IMG_9449.JPG

IMG_9450
Entrada do Restaurant Le Jardin
IMG_9440
Cuscuz de legumes

A comida marroquina não é muito o meu paladar. É doce demais para o meu gosto. Como fiquei três dias em Marrakech deu para levar numa boa, mas se ficasse muitos dias, em uma viagem pelo Marrocos por exemplo, acho que vai enjoando.

Amo cordeiro e esse foi o meu pedido em quase todos as refeições hehehe!

Cuscuz e Tagine são os pratos típicos do Marrocos. Tagine é um ensopado de legumes servido em bowl de barro que pode vir com carne, frango ou peixe. Eu pedia sempre com carne de cordeiro. Cuscuz é um preparado de sêmola, geralmente de trigo, também servido com legumes ou alguma carne acompanhando.

Outro lugar que eu fui dentro da medina e amei foi o Restaurante Dar Yacout. Fica na Sidi Ahmed Soussi e fomos de táxi. Se consegue chegar de carro até a porta do Riad onde está instalado. O trajeto leva uns 10 minutos de carro porque as ruas são muito estreitas, motorista em Marrakech tem que ser fera, eu ali já tinha raspado as duas laterias do veículo! Não senti medo, porque como já mencionei, achei Marrakech uma cidade muito segura, mas as ruas são escuras, alguém mais sensível pode ficar assustado mesmo.

No lado de fora, na porta do Dar Yacout, fica o recepcionista super simpático.

IMG_9622.JPG

Se você tem problema para subir e descer escadas não vá. Os Riads de maneira geral são como town house. Tem três andares onde os ambientes se dividem. No Dar Yacout assim que a gente chega é levado para o terraço para apreciar a vista da Medina e tomar um aperitivo. Na noite que eu fui tinha muito vento, então só dei uma olhada na vista e descemos para o primeiro ambiente para tomar o aperitivo.

img_9576.jpg
Terraço do Dar Yacout

IMG_9586

No Dar Yacout não existe cardápio. O menu é composto por entrada, prato principal e sobremesa. A entrada é um sonho! São nove tipos entre: azeitonas e terrines de berinjela, abobrinha, cenoura, uma delícia!IMG_9595.JPG

O prato principal é a base de frango e estava muito bom também. É muito bem servido, então como sou de comer pouco sobrou bastante. O prato quente vem assim, não é um charme?

IMG_9599.JPG

IMG_9606.JPG

Por fim, passei pelo ambiente da piscina que é lindo e em noites de verão tem mesas na pérgola.

IMG_9617.JPG

No outro dia fomos conhecer o oásis Palmeraie que não estava no roteiro, mas como sobrou tempo, resolvi ir até lá. Almoçamos no Nikki Beach e amei, recomendo!

IMG_9878.JPG

IMG_9879.JPG

IMG_9890.JPG

Para dar um tempo da comida marroquina pedimos um spaguetti com camarões que estava uma coisa de tão bom!

IMG_9900.JPG

E o garçom que já virou amigo!

IMG_9909.JPG

IMG_9903.JPG

Na saída do Nikki Beach (fomos e voltamos de táxi) passamos por um local cheio de camelos, não resisti, pedimos para parar. Não quis passear, só chegar perto mesmo, fazer carinho, eles eram animais muito dóceis e quando meu marido fez carinho um fez um barulho bem alto e engraçado, parecido com aquele canto das árabes que movem a língua bem rápido sabe? Muito legal!

IMG_9938.JPG

IMG_9942.JPG

 

IMG_9945.JPG

No última noite resolvemos jantar no hotel no restaurante Le Marocain no Hotel La Mamounia que tem três restaurantes (cozinhas francesa, italiana e marroquina). Optei pelo marroquino para me despedir da cidade e foi muito bom. O restaurante é lindo, comida deliciosa e tem músicos tocando, que vem nas mesas, músicas lindas, alternava entre músicas bem calmas e outras mais animadas. Foi uma noite bem típica e muito romântica!

IMG_0137

IMG_0128.JPG

IMG_0129.JPG

IMG_0148.JPG

IMG_0123

IMG_0127.JPG
Cordeiro com amêndoas e tâmaras
IMG_0152.JPG
Os músicos tocando para nós

IMG_0143.JPG

IMG_0141.JPG

E terminamos assim, com mais um passeio pelos jardins do Hotel La Mamounia, que não dá vontade de ir embora.

IMG_0166.JPG

Próxima parada: Sevilha, uma cidade incrível com muitas coisas para contar, aguardem!

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s